A Importância de buscar capacitação



Quero começar este post confessando um erro meu. Quando tinha 17 anos, e decidia que rumo dar a minha vida, pensava eu que deveria ir a um seminário de louvor e adoração. Mas não tinha vontade de aprender. Achava que o seminário iria apenas validar o meu conhecimento, me dar credibilidade. Imaginava, tão prepotentemente, que estava pronto, moldado, acabado.


Hoje, 12 anos depois, olho para trás e vejo a minha caminhada, e percebo como eu estava completamente enganado. Decidir estudar e me dedicar ao ministério e à teologia foi a melhor decisão que o Senhor poderia ter me orientado a tomar.


Eu não estava pronto. Eu não tinha todo o conhecimento que precisava. Eu tinha muita estrada pela frente. E não julgo que hoje tenha chegado. Sei que minha caminhada de crescimento e aprendizado só terminará no dia que o Senhor me chamar para Sua presença.


O estudo me abriu os olhos. Me pôs em contato com autores, realidades, temas, discussões, debates que eu nem sonhava que existiam. Aprendi que existem outras leituras de mundo, que são tão diferentes da que eu tinha. Aprendi a ser humilde a ponto de reconhecer que em alguns (ou muitos!) pontos eu precisava abandonar a visão que eu tomei para mim e abraçar uma nova.


Essa jornada pelo conhecimento me fez ter uma nova leitura das vivências e heranças que recebi e tive. Aprendi a me relacionar melhor com o mundo, com as pessoas, de uma forma muito mais equilibrada e sensata. Saí da bolha que fizeram para o crente brasileiro viver, e caí na realidade, que afinal é o lugar onde devemos ser luz e sal.


Deixo claro que esse conhecimento não é apenas acadêmico. Estou falando de um conhecimento acadêmico, bíblico, teológico, prático que proporcionou que eu me aprofundasse no meu conhecimento do Senhor, que no final, é o único conhecimento que importa.


Há muito tempo atrás, por muitas razões que não nos cabe discutir aqui, criou-se um abismo entre o conhecimento e a espiritualidade, a academia e a vida prática devocional, como se quem buscasse o estudo e a erudição vivesse uma religião fria. Por isso, desenvolvemos a mentalidade de que para servir ao Senhor não precisamos estudar, nos capacitar, porque isso faz mal, mas devemos buscar a “unção” e “tocar o barco”.


Como essa mentalidade é mentirosa! Conheço muitos estudiosos, acadêmicos, pastores, autores, ministros que são extremamente cultos e extremamente devotados ao Senhor de todo o coração. Que dedicam suas vidas em amor ao Senhor e à Sua Igreja.


Retomando a minha caminhada, tendo caminhado até aqui, posso dizer que hoje me sinto mais próximo do Senhor, com uma fé muito mais solidificada, muito mais bem fundamentada. E por isso, dedico minha vida a este ensino. Aprendo para ensinar. Conheço para compartilhar. Porque acredito no poder do ensino de dar ferramentas para as pessoas caminharem por si mesmas.


Na igreja brasileira, onde tantos tem estado tão “dependentes” de líderes, o ensino verdadeiro da Palavra do Senhor traz liberdade pra essa pessoa caminhar rumo ao propósito de Deus para sua vida.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square